Empréstimo ou financiamento: qual a melhor opção para sua empresa?

Está querendo abrir um negócio ou até mesmo expandir o que você já tem? Se sim, esta é uma ótima hora para se pensar sobre qual o método que você usará para conseguir dinheiro para isso. Há dois tipos de meios para se conseguir capital: empréstimo ou financiamento.

Empréstimo ou financiamento: qual a melhor opção para sua empresa?

Vai  abrir sua empresa e já esta tendo  dificuldades? CONHEÇA 10 DESAFIOS PARA QUEM ESTÁ ABRINDO O PRIMEIRO NEGÓCIO

Veja qual desses dois meios são melhores para se adequarem às suas condições financeiras e aposte em algum deles. Fique adepto as mudanças e crises desse cenário atual do comércio brasileiro e garanta uma renda extra a partir do sucesso de seu empreendimento!

Qual a diferença entre empréstimo e financiamento?

Os dois são meios excelentes para você conseguir dinheiro para usa empresa, só que ambos possuem uma diferença enorme no momento que você vai buscar adquirir. Mas os dois consistem num contrato, onde você pega o valor para depois pagar no futuro com alguns acréscimos de juros e em parcelas decididas pelo contratante.

A diferença contida nestes dois é que no empréstimo você irá fazer a solicitação de dinheiro a um banco, que cobrará garantias e informativos sobre a forma que você pretende pagar as parcelas referentes ao valor do empréstimo. É pedido pelo banco uma comprovação de renda e alguma garantia desta pessoa pagar o empréstimo, sem fazer perguntas sobre a finalidade do dinheiro.

Já o processo do financiamento, você precisará informar para onde irá o seu dinheiro, ou seja, a finalidade do mesmo. Sendo necessário haver comprovação de renda da pessoa, parecendo a uma compra. Um exemplo comum é a semelhança do financiamento com uma loja ao abrir um crediário para alguém.

O que devo fazer antes de pedir um empréstimo?

Procure pesquisa sobre quais os melhores bancos que você possa pedir empréstimos, aqueles que te ofereçam coisas do tipo: um maior prazo de pagamento, carência, juros mais baixos, e o valor máximo que eles podem te oferecer, por exemplo.

Nem todo banco vai poder oferecer o valor esperado, já que eles investem no empréstimo com o dinheiro de seus clientes, não podendo ter prejuízos ao retirar juros e demais cláusulas do contrato que não podem ser legais para você. Ah, e claro, não pegue empréstimo com qualquer mediador!

Muitas vezes você acha que está sendo esperto aceitando assinar um contrato vantajoso, quando na verdade você irá se endividar muito mais. Por isso é aconselhável que você procure um banco de confiança e leia atentamente as propostas e cláusulas do contrato para que você não se afunde em dívidas e jogue seus sonhos fora por negligência.

Quais os cuidados quanto ao financiamento?

Fique atento as taxas de juros que muitas vezes podem serem abusivas, cobrando mais do que previsto em lei. Analise também se os reajustes das parcelas são compatíveis com a média salarial, para que você consiga pagar todas sem riscos de endividamento.

Quais tipos de empréstimos e financiamentos mais utilizados?

Para empréstimos, as três opções mais utilizadas são: 1) investimento fixo: usado para pagar e garantir algum investimento da empresa; 2) capital de giro: que é praticado quando a empresa precisa de recursos a curto prazo; 3) investimento misto: têm contrato geralmente quando o cliente necessita de um capital de giro e investimento fixo.

Já para financiamento, as opções são: 1) O leasing: usado para poder conseguir o maquinário, fazendo com que a garantia do pagamento seja o próprio bem; 2) financiamento destinados a projetos: planejamento feito com a iniciativa de, por exemplo, a abertura de uma fábrica; 3) crowdfunding: forma de financiar onde o dinheiro é voltado para o lançamento de um outro produto.

Qual o melhor para minha empresa?

Analise todas as opções e riscos, e só assim saberá qual a melhor opção para o seu negócio. Aconselho que você faça primeiramente um planejamento financeiro para saber o que caberá no seu bolso e que você possa simultaneamente alavancar sua empresa com o capital inicial, seja por empréstimo ou por financiamento.

Resumindo tudo é, se você tem um plano de negócios definido e quer apostar nele e no seu sucesso, avalie a aquisição de um financiamento. Mas se você não tem um projeto, mas possui interesse em abrir seu próprio negócio, você pode optar pelo empréstimo.

Leave a Reply