Como montar uma fábrica de biscoito de polvilho

O biscoito de polvilho, petisco típico na maior parte do nosso país, é crocante e muito saboroso. Mesmo tendo como origem um ingrediente duro e pesado como a mandioca, ele fica leve e aerado. Não há quem resista em repetir mais vezes após a primeira mordida.

Como montar uma fábrica de biscoito de polvilho

Quer montar  seu  negócio mais esta sem ideias? SAIBA QUAL NEGÓCIO MONTAR NA GARAGEM DE CASA?

O polvilho azedo, que é proveniente do amido fermentado e desidratado, quando exposto à altas temperaturas, se expande. Sem a necessidade de qualquer fermento, ele adquire por si só essa estrutura curiosa e tão apreciada. Assim é feito um dos biscoitos mais amados dos brasileiros.

Por ser tão tradicional e simples de fazer, montar uma fábrica de biscoitos de polvilho pode garantir uma boa renda extra ou até mesmo principal. O investimento é baixo e os lucros são significativos. Quer saber mais a respeito? Acompanhe conosco!

História e origens dos biscoitos de polvilho

Não há uma origem precisa da receita do biscoito de polvilho. Sabe-se, no entanto, que ele é produzido pelo menos desde o século XVIII. O item fazia parte das guloseimas caseiras servidas durante o café e lanches da tarde, tanto em São Paulo como em Minas Gerais.

Esse quitute tornou-se mais popular devido aos irmãos Jaime, Milton e João Ponce – paulistanos proprietários da uma panificadora no bairro Ipiranga. Eles foram os responsáveis por levar o petisco ao Rio de Janeiro e o sucesso foi tamanho que acabaram sendo contratados pela padaria Globo.

Até hoje, os biscoitos de polvilho Globo são os mais famosos do Brasil. Eles têm, inclusive, repercussão internacional. Tanto o tipo doce como o salgado fazem sucesso entre os consumidores e inspiram novas versões das receitas originais.

Como aprimorar a receita básica

A receita tradicional de biscoito de polvilho leva apenas 5 ingredientes: polvilho azedo, sal, leite, azeite e ovos. Simples, né?

Para obter 50 biscoitos, basta misturar 500g de polvilho com sal e reservar. Em outro recipiente, colocamos 1 xícara de leite, a mesma medida de óleo vegetal e 3 ovos. Após misturar os ingredientes úmidos, unimos aos secos.

O formato do biscoito depende da criatividade e do estilo de quem o produz. É só colocar em um saco de confeiteiro e dispor os biscoitos numa assadeira. Apenas 15 minutos de forno e os petiscos estarão prontos.

Para aprimorar essa receita básica, é possível soltar a imaginação e inovar nos ingredientes e formatos:

  • Temperar com ervas ou especiarias como curry, alho, orégano, manjericão, tomilho, pimenta, chimichurri e ervas finas;
  • Fazer receitas com queijos variados, como parmesão, cheddar ou gorgonzola;
  • Acrescentar grãos fitness como chia, linhaça, centeio, aveia, quinoa, cevada, entre outros;
  • Fazer uma versão pequena estilo crouton para acrescentar na salada ou na sopa, inclusive com bacon;
  • Criar receitas doces com leite condensado, frutas cristalizadas, uva passa, coco ralado, entre outras opções.

Dicas de como produzir e vender biscoito de polvilho

Fabricar biscoitos de polvilho em casa é um procedimento descomplicado. No entanto, antes de mais nada, é preciso planejar a compra dos ingredientes. Opte por fornecedores confiáveis e com bons preços.

Determine, também, o seu espaço de trabalho, os utensílios necessários e o forno em que os biscoitos serão assados. Não esqueça de manter um padrão na medida e nas embalagens para a comercialização do produto.

Conforme os lucros forem obtidos, é possível reinvestir parte do valor em mais fornos ou outras máquinas que simplifiquem sua produção. Além disso, pode ser considerada a contratação de funcionários conforme as proporções do empreendimento cresçam.

Para legalizar seu negócio, é imprescindível consultar um contador e obter a lista de documentos obrigatórios para dar entrada na papelada. Ao realizar o registro na junta comercial, você obterá seu CNPJ e conseguirá as devidas licenças na prefeitura e vigilância sanitária.

Conquistando e fidelizando clientes

Você pode oferecer seus produtos em padarias, mercearias, lanchonetes, lojas de conveniência, mercadinhos e em outros ambientes públicos ou com grande circulação de pessoas.

Por ser um alimento funcional, o interesse por ele é grande. Esse ramo de mercado é estável e tem grandes perspectivas de expansão. Capriche na apresentação para atrair seus clientes e nunca decresça no quesito qualidade.

Inovar com sabores sazonais e dispor de novidades frequentes também é uma maneira de conquistar e fidelizar os consumidores. Acredite no seu potencial e coloque suas ideias em prática! Bons negócios!

Leave a Reply